segunda-feira, maio 21, 2007

Zodiac


Aqui está um filme estranho, daqueles que dão luta ao espectador. Com uma construção narrativa eficaz, servida por uma filmagem sóbria e próxima da perfeição nos planos captados e na consistência plástica de um olhar personalizado, Zodiac, o mais recente filme de David Fincher, é uma obra a ver.
Fincher é um realizador da minha preferência. Vi todas as longas metragens que realizou até à data. Seven ou Fight Club estão numa lista dos melhores e mais marcantes filmes a que assisti nos últimos anos. Alien 3, The Game ou Panic Room são, também, filmes muito interessantes. O conjunto da obra de Fincher faz dele um realizador de referência e o facto de trabalhar com excelentes actores ajuda a dar um brilho especial aos seus filmes. Em Zodiac, Jake Gyllenhaal e Robert Downey Jr. constituem dupla de respeito e as suas personagens ganham consistência a cada cena que passa.
Não sendo o melhor de Fincher (Seven continua, na minha opinião, como obra máxima deste realizador), Zodiac tem todos os ingredientes necessários para prender o espectador mais atento à teia de enganos e ilusões que vai tecendo ao longo da narrativa que termina em suspenso, num ponto onde tudo acaba e recomeça.
Não sendo uma obra prima (longe disso) não defrauda ninguém (digo eu).
Interessante.

http://www.zodiacmovie.com/



1 comentário:

Eduardo P.L. disse...

Fica anotado. Valeu!