sábado, junho 23, 2007

Agitação de Verão


Paula Rego,"The Barn"

Não, não tem a ver com a corrida às areias da Caparica em busca de um espacinho para estender a toalha e gozar a força do Sol a tostar-nos a pele em fogo lento.
Não, não tem a ver com o Festival de Teatro de Almada a encher-se de espectadores ávidos de uma brisasinha nocturna que lhes alivie a pele tostada nas areias da Caparica enquanto assistem a um espectáculo.
Não, não é nenhuma promoção de artigos para férias ao preço da uva mijona.
A agitação deste início de Verão tem mais a ver com a abertura ao público da Colecção Berardo na sua nova casa, o Centro Cultural de Belém. Finalmente iremos ter oportunidade de ver como é que o Comendador Joe nos vai brindar com uma parte da(s) sua(s) extensíssima(s) colecção (ões) tendo por "palco" todo o excelente espaço de exposição do CCB.
Os semanários e revistas de fim-de-semana dos jornais diários que saíram hoje dão justa relevância ao acontecimento, agendado para a próxima 2ª feira, com entrevistas ao empresário e reproduções fotográficas de algumas das peças mais emblemáticas a serem expostas.
(em http://www.berardomodern.com/ pode-se ter um vislumbre, acedendo ao site do antigo Sintra Museu de Arte Moderna, assim mesmo, com sonoridade vagamente anglófona. De notar que alguns dos artistas mais "apetitosos", Picasso ou Warhol, para citar 2 exemplos, têm os seus trabalhos sem imagens neste site por respeito de direitos de copyright)

A lista de ilustres autores e suas ilustríssimas obras-primas é de estarrecer os mais corajosos consumidores de arte. Decerto que esta colecção irá servir de pretexto para trazer muito boa gente a Lisboa (não a Portugal) vinda dos 4 cantos deste mundo e dos 9 cantos do outro, numa onda de turismo cultural sem precedentes no nosso país. Ou melhor, sem precedentes na capital do nosso país.
O Porto já tinha a espectacular Fundação de Serralves (http://www.serralves.pt/) que nos vai proporcionando acontecimentos do mais fino bom gosto cultural e o CCB também não terá sido menos generoso nos últimos anos. Mas agora, com o gesto amigo do filantrópico Berardo, haverá uma colecção permanente com algumas obras do mais significativo que podemos encontrar nos percursos artísticos contemporâneos.
Ultrapassada a polémica que ensombrou a negociações entre o Comendador e o actual governo relativas aos contornos do negócio que agora se concretiza na sua parte visível, podemos estar satisfeitos por ficarmos com tão mediática colecção aqui à porta de casa, plantada no coração da Capital. Estou curioso e, em data oportuna, irei ver com estes olhos que a terra há-de comer os Picassos, os Warhol, Paula Rego, etc., etc., etc., que a carteira cornucópica do Amigo Joe nos vai proporcionar.
É já a partir da próxima 2ª feira e é, sem sombra para qualquer dúvida, um dos grandes acontecimentos deste Verão.




Entre as obras que estarão expostas no CCB escolhi "The Barn" para ilustrar este post, pode o leitor deliciar-se com mais trabalhos da magnífica Paula Rego em http://library.thinkquest.org/17016/

8 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Silvares, que boa notícia. Sabia das trapalhas das negociações, mas não do auspicioso desfecho. Aguardo com curiosidade para conhecer tão decantada coleção. Parabéns aos Lisboetas por mais essa atração da cidade.

Forte abraço e vou correr os links propostos.

Silvares disse...

Eduardo, em breve as controvérsias e as trapalhadas serão esquecidas. O que vai ficar e motivar a reflexão será a exposição da colecção. O resto será passado escondido. Conta pouco.

Eduardo P.L. disse...

E pelo que pude ver no site do Museu a coleção é FABULOSA.
Vou conhecer, um dia!

Célia disse...

E para além da fabulosa colecção, são fabulosos os horários também, algo está a mudar no nosso "reino" à beira-mar plantado. :P

Silvares disse...

Célia, o amigo Joe não é deste planeta (aliás, dá para perceber porque fala uma língua alienígena :-)

Célia disse...

Ah nunca tinha pensado nisso, mas o Amigo Joe também também não é do meu planeta (pois porque eu não sou terráquea, nem falo a língua dele, mas é bom saber que andam mais de nós por aí... :-)

Cristina Loureiro ds Santos disse...

Ah, francamente, aquela língua que ele fala lol

O cúmulo!!!

Enfim, deliciemo-nos com a dita cuja colecção :))

Beijinhos

Silvares disse...

Célia, eu já suspeitava!
:-)
Cristina, deliciemo-nos, pois então. No final podemos atirar-lhe uns pastéis de Belém em cima! Para aconchegar...