domingo, setembro 28, 2008

Não há fome que não dê em fartura!

convite da exposição da autoria de Luís Miranda



Ainda a exposição de trabalhos que tive no Porto não arrefeceu por completo e já vem aí nova mostra, desta vez colectiva. Com inauguração marcada para o próximo dia 10 de Outubro na Galeria Municipal de Almada, "Seis cadeiras e uma mesa" vai reunir um grupo de artistas que têm em comum a Escola Anselmo de Andrade, nesta cidade. Sara Bichão, João Gaspar, Ana Rebordão e David Castanheira foram recentemente estudantes nessa Escola. Luís Miranda e Rui Silvares ali continuam como professores.
Esta exposição terá um conjunto de trabalhos com características muito diferentes uns dos outros. Desde desenho a pintura e instalação, o visitante terá oportunidade de contactar trabalhos cujas técnicas de execução ultrapassam com frequência aquilo que, à partida, as caracteriza. Sendo uma exposição que tem como ponto comum entre os participantes uma Escola, posso garantir que os trabalhos a apresentar serão tudo menos académicos. É que cada um tem uma personalidade bem vincada que se reflecte nos objectos que produz. O resultado global é prometedor (eu sei que sou suspeito ao afirmar uma coisa destas mas...) e confesso que estou um pouco impaciente por começar a montagem que terá o seu início ao longo da próxima semana.
Espero poder postar no Carapau Staline fotos dos trabalhos de todos os intervenientes durante o período de montagem para ir aguçando o apetite de possíveis visitantes. Estes últimos tempos têm sido, para mim, de uma actividade expositiva pouco habitual. Como diz o povão, "não há fome que não dê em fartura". Mas a fartura também se acaba.



9 comentários:

Eduardo P L disse...

Oba!!! Vou dar no Varal!


PS- Você esta rápido, hem? Já linkou nossa amiga Bé= Absolutely....


srsrsr

Silvares disse...

Agradeço.
Sim, desta vez fui mesmo rápido!
:-)

intruso disse...

Eu sou um desses possíveis visitantes (...esperamos pelas fotos...)


abraço

Beto Canales disse...

Beleza! Boa sorte novamente.

Só por curiosidade Silvares: aquele meu preferido, qual o material e tamanho?

Alice Salles disse...

Boa sorte, se divirta e tire fotos!!!! Ou peça pra alguém tirar!
Ah, e agora que percebi que não estou linkada no seu blog!!!! Vou preparar um tanque cheio de água morna,cortar meus pulsos e me enfiar dentro dela... Ó dia! Ó vida!

Silvares disse...

Intruso, será um prazer receber-te. No Carapau Staline já estão as primeiras imagens de trabalhos de Luís Miranda.

Beto, em breve vou colocar uma foto bem melhor desse tal trabalho com informação completa. Aviso-te quando o fizer.

Alice, meu deus, como foi possível!? Vou já linkar o teu blogue, não tomes nenhuma atitude impensada... desta vez prometo que haverá fotos da inauguração. Entretanto algumas imagens dos trabalhos a expor já estão no blogue Carapau Staline.

expressodalinha disse...

Os maiores sucessos, é o que desejo. A última vez que lá estive, numa colectiva da MAPA, estava tudo em obras, cá fora, por causa do metro de superfície. Depois rompeu um cano lá dentro. A exposição acabou anulada e eu com uma escultura danificada. Ainda aguardo pelo seguro. Boa sorte!

Beto Canales disse...

Obrigado Silvares.

Silvares disse...

As obras continuam, agora numa fase mais avançada que, espero, já não implica o habitual rebentamento de canos. Há-de correr tudo bem...

Beto, não tens nada que agradecer.
:-)