quarta-feira, setembro 24, 2008

Notícias


Leio o jornal, assisto ao noticiário na TV, desgraças, crimes, acidentes, o mundo não parece ter nada de bom para nos oferecer. No "horário nobre" parece que que as coisas ficam ainda piores, os tons são mais carregados, o desânimo vai ganhando terreno. Como pode isto ser? Não haverá um acontecimentozinho luminoso para clarear um pouco o negrume do dia? Ou será que os acontecimentos positivos não captam audiências? Talvez seja isso, talvez seja necessário um bom crime violento para conseguir o patrocínio da Coca-Cola ou um incêndio arrasador para ter investidores de jeito a anunciar no intervalo ou nas páginas centrais.

O que o povo quer é sangue à sobremesa, a acompanhar o cafézinho. Mas, na verdade, as notícias positivas são uma seca ou então não passam de mera propaganda. Começo a pensar que ler tantos jornais e assistir a tantos noticiários televisivos é pura perda de tempo se é que o tempo é coisa que se possa perder. Tudo o que leio, tudo o que ouço e vejo cada vez mais parece sempre a mesma coisa. Cada vez mais parece papel de embrulho para embrulhar publicidade e propaganda.

Se calhar estou apenas cansado e com sono e é por isso que me sinto tão enganado e com tanta dificuldade em construir um modelo da realidade que me possa parecer satisfatório. O melhor é ir dormir, descansar e, amanhã, regressar ao mundo com os olhos bem abertos. É isso. Até amanhã Mundo. Descansa também que bem precisas. Boa noite.

10 comentários:

Eduardo P L disse...

Vou seguir seu exemplo, e vou também! Amanhã é outro dia!

Eduardo P L disse...

Pois é, amanheceu, e o mundo não acabou, mas depende de uma reunião na CASA BRANCA para que os DONOS DO MUNDO decidam o nosso fim....
Mais um dia de espera!!!!E nada podemos fazer a não ser ler jornais e notícias ALARMANTES! Como sempre!

Beto Canales disse...

Infelizmente, caro amigo Silvares, quando acordar ainda será como antes de dormir, ou talvez um pouquinho pior. Sabe o que faço no horário nobre do noticiário? Escuto música com meu filho.

peri s.c. disse...

Ano passado "vazou" uma declaração do Willian Bonner, editor e apresentador do mais importante noticiário da TV brasileira, o Jornal Nacional da TV Globo, de audiência massiva.
Ele disse que que a edição é dirigida ao espectador médio, o " Homer Simpson" brasileiro ( palavras dele ), o que aliás deve ser regra para praticamente todas as midias jornalísticas do mundo, que querem a atenção da "grande massa".
E essa, está interessada mesmo em sangue,escândalos e futebol.

expressodalinha disse...

Por isso é que estamos inventando novos media. Estes já estão fora de prazo!

Silvares disse...

Eduardo, pois é. O mundo tem outros problemas...

Beto, decerto o seu filho agradece!
:-)

Peri, o Homer Simpson é um retrato aproximado do cidadão médio do mundo ocidental.

Jorge, bem observado.

peri s.c. disse...

Silvares
Sssa declaração do Bonner provocou um escândalo nos meios de comunicação, como se fosse uma ofensa ao público.Ele só falou a verdade.

Silvares disse...

Peri, muita gente não gosta do que vê no espelho.
:-)

Beto Canales disse...

É a síndrome do espelho. Velha conhecida de narcisos e outros mais...

Silvares, meu menino realmente é um encanto. O gosto musical dele, mesmo com sete anos, é muito especial, incluindo Norah Jones, Elvis, Pink Floyd, Patricia Kass e Jonny Cash principalmente.

disse...

Não sei o que me impressiona mais, se a constância da catástrofe em nosso dia a dia... a volúpia pela tragédia ou se a catástrofe cada vez mais constante da banalisação da vida...ou seria da morte?
Tudo tão passageiro...o que dá audiência importa é a desgraça do dia seguinte... que bom ...Durmo cedo !