domingo, abril 15, 2007

Charlatanice total!!!


Hoje de manhã tinha este papelinho no pára-brisas do meu carro. Domingo é Dia do Senhor, eu sei, mas há limites mesmo para as mensagens que nos chegam em Seu nome. Estes evangelizadores da treta começam a misturar política e causas sociais na sua abstrusa mensagem religiosa transformando tudo num escaldante caldo de mais pura vigarice.
Já se sabe que os subúrbios das grandes cidades ou as cidades-satélite, como é o caso de Almada, são autênticos viveiros desta sub-espécie humana que se vai reproduzindo na sombra dos templos e da miséria. O deserto de ideias e de perspectivas de uma vida social feita para lá da mais tacanha estupidez é chão fértil para o desenvolvimento destes madraços preguiçosos, dispostos a tudo para poderem enriquecer à custa do trabalho alheio.
Uma visita a http://www.igrejamana.com/index.php abre-nos os olhos para a forma descarada como estes santos de pau carunchoso se aproveitam da crendice daqueles que lhes são próximos. Não falando das "cruzadas de milagres" sugiro uma vista de olhos ao "testemunho" com o título "finanças" que está hoje a enfeitar a página desta associação de ladrões de almas. Uma leitura dessse texto é revelador dos princípios soberanos que animam a "igreja" Maná.
Sublinho a passagem final:
"Deus é fiel e sempre nos honra quando nós o pomos em 1º.lugar.Recebi uma indemnização a que tive direito, tirei de imediato a carta de condução e fiquei bem à primeira nos exames, já comprei um carro, fiz um voto a Deus que este carro iria ser para evangelizar,e agora estou disposto para liderar um grupo familiar.
Dou o dízimo do subsídio que recebo, e nunca tive tanta abastança.
Deus tem usado pessoas do mundo para me abençoar. Quando o inimigo vem para me atacar uso Efésios 6/10 a 18.Agora vou fazer Hebreus 12 e esta batalha já está ganha. Sei que Deus tem um emprego melhor para mim e com salário acima da média. "
O célebre dízimo retirado do subsídio gera abastança. Resta saber de quem. Encarar Deus como uma espécie de patrão que beneficia os que lhe lambem as botas com empregos pagos acima da média revela bem a perspectiva pastoral desta coisa ruim que anda a minar (ainda mais) a existência de uma população assolada por todo o tipo de problemas. Desde o desemprego à falta de qualidade dos espaços urbanos, só faltavam mesmo estes vampiros para sugarem ao povão
o pouco sangue que ainda lhe corre nas veias.

5 comentários:

formiguita bipolar disse...

À semelhança do eduardo p.l. também eu quero expressar a minha simpatia pelo blog.
Desde que o descobri tenho cá passado frequentemente. E merece bem o award de thinking blog, na minha opinião, embora eu seja ainda uma novata nestas questões blogueiras.
RElativamente a este post, imaginamos o que pensam e o que poderão estar a sentir as pessoas que se sentem aliciadas a juntar-se a estes grupos religiosos mas não sabemos até que ponto elas sentem algum tipo de retribuição por parte dos grupos a quem se juntam. Ou seja, não estou a defender de forma alguma estas "igrejas" apenas estou a dizer que talvez(talvez)acabem por ser um bem na vida destas pessoas ao dar-lhes algum sentimento de integração e/ou felicidade nas suas vidas, já elas de si tão cheias de problemas e tão vazias de alegrias.
Entretanto quem está por detrás continua a encher os bolsos.
É, para mim, mais uma daquelas questões que ficarão sem resposta.
Até uma próxima.

Silvares disse...

Cara Formiguita, decerto que os que se juntam a estas seitas sentem ter encontrado algo que lhes aconchega a existência e, no extremo, lhes dá um sentido para a vida que levam. A minha dúvida (repugnância mesmo) não se prende com essas pessoas mas com aquelas que lhes prometem milagres e outras patranhas do género. Os que se aproveitam das fraquezas alheias para viverem à custa do seu trabalho e do seu sofrimento. Estes seres têm um nome: parasitas!
Volte sempre!
:-)

Eduardo P.L. disse...

Silvares, tens, mais uma vez razão. E estão espalhados pelo mundo a fora! Aqui no Brasil nasce uma igreja dessas em cada esquina. E rápidamente compram redes de TV e elegem bancadas nas camaras, e temo que chegará um dia em que venham ser maioria. A que ponto chegamos!
A culpa, se há um culpado, certamente foi dos outros cultos que não souberam se modernizar e atender, espiritualmente, essa massa.

formiguita bipolar disse...

Sim, é verdade. E esse ponto de vista está bem explícito no título do post "Charlatanice total".
Voltarei, com toda a certeza
:-)

joao nuno disse...

é a primeira vez que vou "blogar" como dizem .... a verdade é que aprendi que tal como não devo questionar este fantástico meio através do qual vocês transmitem vossas opiniões fracamente fundamentadas por pesquisas infindaveis em sites de conteudo duvidoso mas gabo vossa coragem em opinar sem ter conhecimento e acima de tudo debeixo da capa do anónimato...é de homem