terça-feira, julho 17, 2007

Parece bruxedo!


Harry Potter gera receitas de 77,4 milhões no fim-de-semana de estreia
O filme "Harry Potter e a Ordem da Fénix" gerou 77,4 milhões de dólares em receita de bilheteira no último fim-de-semana, nas salas de cinema dos EUA e do Canadá, proporcionando à Time Warner a melhor sequência de cinco dias para um filme que estreou numa quarta-feira, desde "Homem-Aranha 2", em 2004.

Série Harry Potter dá origem a mundo paralelo na Internet
Por Mike Collett-White
LONDRES (Reuters) - A série de livros Harry Potter deu origem a todo um universo paralelo na Internet, e sites atraem milhões de fãs todos os dias, influenciando bastante o sucesso dos romances e das adaptações para o cinema da trama.
As histórias criadas por J.K. Rowling são tão famosas, assim como as páginas na Internet criadas em torno delas, que alguns fãs online acabaram virando astros.


Etc., etc., etc., Harry Potter é um fenómeno de popularidade. É um ídolo Pop na verdadeira acepção do termo e do conceito. Nunca li nenhum livro da série mas vi quase todos os filmes, incluindo o recente "A Ordem da Fénix" (a minha filha já viu duas vezes e prepara-se para ver, amanhã, a terceira). São filmes com efeitos especiais estonteantes e uma linha visual sóbria e muito bem conseguida. O universo sombrio de Harry Potter possui todos os ingredientes para apaixonar multidões de jovens que têm crescido com os actores protagonistas e vão sendo agradvelmente surpreendidos por cada novo filme.
Nem o facto de haver algumas falhas evidentes na passagem dos livros para o écran, mesmo para quem, como eu, nunca leu nenhum, impede o sucesso extraordinário da série cinematográfica. Basta olhar para os calhamaços escritos pela Senhora Rowlings para perceber que traduzir toda aquela literatura em cinema não daria filmes com menos de 5 horas (contas por baixo) o que não iria incomodar os fãs mais fervorosos.
Seja como for, ir ao cinema assistir a mais este episódio de Harry Potter, é um exercício agradável e refrescante que aconselho a quem tem filhos e a quem não tem. A quem gosta de cinema e a quem não se importa de ouvir mastigar pipocas nervosamente.
Uma espécie de pequena festa!

11 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Preciso me atualizar. Nem os livros e nem os filmes. E estou sobre-vivendo. Será nescessário? Mesmo?

Silvares disse...

De forma nenhuma! É diversão pura, não acrescenta nada ao universo adulto. É um produto de consumo de massas para adolescentes. Mas, se não tiver nada melhor para fazer, pode experimentar!
:-)

Eduardo P.L. disse...

Silvares, obrigado pela informação. E muitíssimo obrigado pelo desenhador de calçadas que me mandou e postei hoje no Varal.Formidável.Prova de que arte não carece do suporte "tela" para sobrviver!

Silvares disse...

Arte só carece mesmo de artistas!
:-)
Um abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Silvares,
Li todos os livros da série, já encomendei o próximo. Sou um apaixonado por Harry Potter. Já vi o filme (não assisti a todos) e achei que deve muito ao livro, embora bastante agradável. É um fenômeno que não me canso de admiriar.
Grande abraço

Silvares disse...

Lord, não li nehum dos livros por isso corro o risco de fazer uma avaliação injusta. Pelo que vejo e vou ouvindo, parece-me que nem as situações nem as personagens acrescentam grande coisa ao universo da imaginação. Mas admito perfeitamente estar enganado.

Lord Broken Pottery disse...

Silvares,
É justamente aí que reside para mim a maior força de J. K. Rowling. Pouca gente lidou tão bem com a imaginação, inventou tão bem inventado, criou com tanta força. Ela sabe, como ninguém, lidar com o imaginário das crianças.
Grande abraço

Silvares disse...

Admito perfeitamente e, mais ainda, se você o diz. O imaginário juvenil bem precisa de quem o enriqueça. O panorama actual é demasiado pós-moderno para o meu gosto. Não há Tarzan, nem Robin Hood que resistam à revisão que lhes é feita pelos roteiristas actuais. Ficam mais pobres. Harry Potter reintroduz uma escala de valores meio perdida. Esse será o maior feito da Sra. Rowling. O resto é marketing e exploração do fenómeno mediático.
Bom, vou levar a minha filha ao cinema. Ela vai assistir pela 3ª vez em menos de uma semana a "A Ordem do Fénix"... significativo, não?
:-)

Cristina Loureiro dos Santos disse...

O meu filho também viu a estreia, claro. Sonhou com isso durante meses! E quer rever com a irmã :)) E é fã dos livros, completamente!!!
Mas eu, embora tenha visto os dois primeiros, não consigo entender o fascínio pelo mágico lol Já não vejo Harry Potter há algum tempo, confesso, não sou grande fã ;))

Um abraço :)

C Valente disse...

Andando a navegar por aqui passei e gostei, vou voltar
Saudações

LopesCa disse...

Gostei do filme.
Aguardo o livro em português (para Outubro) com curiosidade :)