quinta-feira, novembro 22, 2007

Esse Jorge



Foi anteontem, no Coliseu de Lisboa. Jorge Palma, ao vivo. Sala cheia. Tudo sentado. O Coliseu dos Sentados! Sabe mal, principalmente quando queremos mostrar ao corpo aquilo que o cérebro está a sentir e temos de nos ficar por umas palmadinhas na perna ou aquele esticar de pescoço meio tôlo, a acompanhar o ritmo. Sentadinhos. Mas esse Jorge aí tem aquela outra coisa qualquer, difícil de explicar ou exprimir, uma coisa que nos faz gostar de estar ali. Que nos faz sorrir. Que nos torna cúmplices uns dos outros.
Escrever ou falar desse Jorge, o Palma, é redundante. É que, ainda por cima, podemos ouvi-lo. Seja em silêncio ou aos gritos. Sentados ou em pé. Mesmo deitados podemos ouvi-lo.
Ouvi-lo. É aí que reside o prazer.
Força Jorge. Estamos contigo.

O vídeo que acompanha este post é de uma versão de "Portugal, Portugal" (dava um bom hino nacional!) ao vivo na estação de metro do Cais do Sodré.

2 comentários:

MoiMêMê disse...

Foi lindo, pois foi? E foi SÓ PARA MIM, SÓ PARA MIM :).
E para contrariar o coliseu dos sentados, vens balançar com as chicas na próxima sexta feira. Pois é?

jo-zéi f. disse...

O jorge P. é o maior no nosso paíszito, não haja dúvidas.