segunda-feira, dezembro 01, 2008

Viva a República!


Hoje passou mais um ano sobre a restauração da independência de Portugal. Corria o ano de 1640 e terminava a dominação espanhola iniciando-se a IV dinastia, da casa de Bragança que viria a ser abatida a tiro em 1908 com D. Carlos baleado no Terreiro do Paço. Actualmente a casa de Bragança tem em D. Duarte Pio o seu representante. Na entrevista que hoje saiu no P2, suplemento diário do Público, ficamos a perceber como a monarquia pode ser um cancro social ao impor governantes que têm como principal qualidade o facto de terem nascido na família real. Podem ser atrasados mentais ou homens geniais, não interessa, o lugar no trono é um direito de nascimento e o povo só tem de dar graças a Deus pelo facto de existir um gajo capaz de lá sentar o real pandeiro. Convenhamos que é pouco, muito pouco.

D. Duarte é uma personagem entre o vaidoso que quer parecer um simples e o gajo que deixamos jogar à sueca mas que não queremos como parceiro, por ser demasiado básico. A sucessão de respostas que dá na entrevista tem momentos, no mínimo, abstrusos. Destaco esta passagem e o leitor que decida sobre a bondade da sucessão dinástica ou a preferência pelo sufrágio universal na escolha de um Presidente para a nossa República. Diz D. Duarte:

D. Duarte - Quando estou numa monarquia árabe sou descendente do profeta Maomé.

Repórter - Porquê?

D.D.- A rainha Santa Isabel era descendente de um príncipe árabe que era descendente de Maomé. Por isso, a minha posição é completamente diferente da de qualquer embaixador da república portuguesa.

R.- Isso é reconhecido em todo o mundo árabe?

D.D.- É. Mas quando estou em Israel digo que o D. Afonso Henriques era descendente do Rei David. Aliás, aconteceu uma coisa curiosa, nesta última viagem a Jerusalém: o chefe dos sefarditas contou-me que D. Pedro II do Brasil, bisavô da minha mãe, tinha visitado Israel e falava fluentemente o hebreu.

Assim temos um perfeito camaleão que se gaba de o ser. Um Zelig, que muda de personalidade conforme o ambiente em que se encontra. Pergunto a mim próprio quem serão os antepassados de D. Duarte Pio quando visita Angola. Há quem considere este homem uma personagem aprazível por ser tão nítidamente um pobre de espírito. Eu não. Não gosto dele nem daquilo que ele representa. Teremos escolhido muito governante safado ao longo dos anos de Democracia Parlamentar mas escolhemos. Isso, D. Duarte, é algo que o senhor não pode perceber. Mas se fosse só isso que Vossa Senhoria é incapaz de entender... senão vejamos mais esta pérola do pensamento deste nosso pretendente a um trono que não existe:

A educação democrática em Portugal é muito fraca. As pessoas ainda não perceberam qual é o papel dos partidos e do Parlamento. Se houver uma crise grave, com fome, pilhagens, tudo isto vai por água abaixo. Basta que, por um acto terrorista, não recebamos petróleo, que por causa de greves, ou distúrbios, a importação de produtos alimentares seja suspensa. Somos completamente dependentes. Pode haver centenas de milhares de pessoas a manifestarem-se por uma intervenção totalitária dos militares, ou do Presidente.

É evidente que com um descendente de Maomé nos comandos da nação nada disto aconteceria. Alá é grande e haveria de interceder por nós. Ainda por cima as relações do hipotético monarca com Deus, o outro, o Deus dos judeus, são muito próximas, uma vez que também há parentesco com o Rei David. Sendo assim, com D. Duarte estamos sempre safos.

Podemos ter um 1º ministro do pior que já tivemos e um Presidente da República que... enfim. Mas podemos dar graças aos céus por não termos um reizito desta estirpe. Ao menos isso.

12 comentários:

Beto Canales disse...

Mas que barbaridade... Afinal, o sujeito deu a entrevista pensando que ninguém a leria ou é maluco, ou pior ainda, débil, mesmo? Bem, nós aqui na colônia passamos poucas e boas com a realeza que não desejo pra ninguém mesmo.
E o povo que salve a república.

Silvares disse...

Realmente... o homenzinho no poder, perante uma situação como a que descreve na entrevista e eu transcrevi, teria uma solução milagrosa? Quem pensa ele que é? Põe tudo e todos em causa deixando a insinuação de que um rei é a resposta para todos os problemas. Sinceramente.

expressodalinha disse...

Os Bragança nunca deveram muito à inteligência. Este é particularmente imbecil. A casa ducal que começou com o casamento do bastardo de D.João I com uma filha do santo Álvares Pereira, chegou hesitante ao trono pela mão de D.João IV, à falta de melhor opção e apenas para nos vermos livres dessas outras abencerragens, os Habsburgos. Tudo "gente fina" que se arroga da descendência importante, incluindo e Adão e Eva, exactamente como todos nós! Portanto...

Eduardo P.L disse...

Que FIGURA!!!
rsrsrs!
Nós temos as NOSSAS!

Alice Salles disse...

Nossa, uma figura mesmo!
Sem contar nas coisas que fala que parece que vai solatar uma gargalhada logo no final e dizer "estou só brincando", mas não! É, no Brasil temos vários desses tipos!

Jo-zéi F. disse...

El muy grande rey de Portugal, D.Duarte de Braganza, el Salvador(para onde ele deveria ir) de la nacion.
- Muy Bien!!!
- OLÉÈÈ!!!

Silvares disse...

Jorge, ora aí está, afinal somos todos família do Profeta e do Rei David!

Eduardo, há "cromos" para todos os gostos. Mas este aqui tem o descaramento de sugerir que se fosse rei o país estaria a salvo de todas as desgraças. É preciso ser muito convencido.

Alice, parece impossível que esteja a falar a sério, não é? Mas está a falar a sério mesmo!

Jo-Zéi, que Rey este.

peri s.c. disse...

Vou pesquisar cuidadosamente minha árvore genealógica, quem sabe eu não sou descendente de algum figurão histórico ? Se for, quero a minha parte em dinheiro ! E um cargo de embaixador itinerante plenipotenciário,plenifinanceiro e pleniboavida ( embalado a scotch 18 anos ).

Beto Canales disse...

hehehe... excelente idéia, Peri.
hehehehehe

jo-zéi disse...

rui: VIVA EL REY!!!...e Vila Viçosa!!!
:-))

Silvares disse...

Peri, bem pesquisado vai dar alguém importante na qualidade de primo ou tio.

Viva El... raio que o parta!

Jo-zéi F. disse...

+++ UM RAIO QUE O RACHE AO MEIO!!!
=.o