quarta-feira, novembro 05, 2008

Simbólico

Então é assim que nascem os mitos! No futuro, quando se falar deste início de século, a eleição de Obama será, decerto, um dos acontecimentos que irão fazer parte daqueles quadros nos livrinhos de História que resumem os acontecimentos mais marcantes . O primeiro homem negro a alcançar a presidência numa república dominada por brancos, o homem que nos devolve a sensação de que o sistema democrático ainda funciona e poderá, afinal, sobreviver à voracidade dos tempos que vivemos. Obama parece-me ser, acima de tudo, um símbolo. Haverá, no futuro próximo, um movimento global a crescer em volta da figura do próximo presidente norte-americano?
Parece-me evidente que, uma vez na presidência, Obama irá perder a aura messiânica que, neste momento, o envolve. Afinal de contas ele irá governar os EUA e defenderá os seus interesses o que, à partida, não é lá muito simpático.
Aguardemos para ver. Agora, o mais importante é desfrutarmos o momento e a vitória da possibilidade de mudança sobre a certeza de termos mais do mesmo que significaria a vitória de McCain. Não custa muito sonharmos um pouco, mesmo que o despertar possa trazer uma dor de cabeça provocada por uma ressaca violenta.

10 comentários:

Eduardo P.L disse...

Silvares,

sou mais otimista.
Acredito que com o Obama ( simbolo, como diz) esta nascendo uma nova era nas relações políticas e econômicas no mundo. Ele não veio em meio a uma séria crise mundial, impunemente!
Quero acordar desse sonho, com um dia radioso de sol e esperanças!

disse...

Eu também...e se não por mais nada ...acho que já valeu ...de repente, quem já não o fazia, vai passar a olhar o "Homem Negro" apenas como "Homem" o que depois de séculos de descriminação...parecia um sonho inatingível...sonho que talvez se torne o que de mais importante se conseguiu nestas eleições.

Beto Canales disse...

Eu fiquei muito satisfeito, é claro, e esperançosos. Acho que será o marco de uma nova era. Mas, sabe-se, aumentará ainda mais o protencionismo aos produtos de de fora e aumentarão alguns subsídios o que será ruim para outros países. Na verdade, o cara é bom, mas principalmente, o menos pior.

ovelha.negra disse...

Como sabes, a política não é um dos meus maiores interesses. No entanto, segui estas eleições (+-) de perto e dei pulinhos de alegria quando o Obama ganhou. É, sem dúvida, um sinal de mudança. Boas coisas se avizinham! (espero..) Tal como dizes, acho fantástico que com tanto racismo ainda existente nos estados unidos um gajo preto consiga chegar ao poder..

Citando um comentário que o CNN passou de uma senhora: "quando vi os resultados tive vontade de ir abraçar os meus vizinhos, tal era a minha felicidade."

Alice Salles disse...

Acredito que Obama é quem ele mostrou ser, um cara bom. Porque é isso que ele é. Realmente penso que uma vez no poder, o próprio poder pode o corromper, mas, já que o mundo o ama e o quer bem, é capaz de pela primeira vez na história termos um presidente dos EUA ue realmente CONVERSE com os demais líderes mundias tentando chegar a acordos e não a guerras desmedidas. Vamos esperar e pedir para que ele não se esqueça de quem ele é!

expressodalinha disse...

Vamos esperar...

peri s.c. disse...

Um "homem bom" que terá que lidar com ( e defender ) os "maus" e tentacularmente mundiais interesses do poderio econômico americano . Petróleo, indústria bélica, Wall Street, etc, etc.
Democratas e republicanos, são, antes de tudo, americanos.
Aguardemos.

jo-zéi disse...

a ver vamos...
próximos episódios...
T_O

Silvares disse...

Eduardo, oxalá seja como você sonha.

Ví, já agora seria bom que houvesse algo mais...

Beto, esse é um ponto de vista com substância.

Inês, e os teus vizinhos, acharam piada?

Alice, Jorge, Jo-Zei, Peri, aguardemos. É bom não esquecer que Obama é, antes de tudo o resto, presidente dos EUA e não de uma qualquer Liga Mundial...

disse...

Sem dúvida.