domingo, maio 11, 2008

Extra Terrestre



Hoje (já passa da meia-noite e por isso parece que hoje já é amanhã) fui ver o concerto de Diamanda Galás na Aula Magna, em Lisboa. Absolutamente, simplesmente, completamente. Uma coisa digna de ser vista (a sala estava aí por menos de metade). A mulher é indescritível, uma diva extra terrestre. Sozinha sobre o palco com um piano de cauda que toca magistralmente, Diamanda Galás arrasou com a cumplicidade discreta de um técnico de som capaz de levar a voz dela até ao Paraíso, para incómodo de Deus. Lindo de tão estranho. Seguramente um dos melhores (e mais perfeitos) acontecimentos que já vi sobre um palco. Estou rendido.

3 comentários:

jo-zéi disse...

??? as cabeças estão a encolher...

Silvares disse...

Esconderam-se.

jo-zéi f. disse...

vi com munnnta atenção,... a Grega(de nascimento) é potente. Roça o dramático com alguma tragédia e desgracias à mistura. Envolvente.
GOSTEI!!!FORTÍSSIMO!!!