sábado, fevereiro 09, 2008

Pois sim, já me tinhas dito!


O que teria pintado Caspar David Friedrich se alguma vez tivesse voado a 10.000 metros de altitude, pairando acima das nuvens nas asas de um avião? E que monstros poderiam ter sido sonhados por Bosch se alguma vez tivesse atirado os olhos para dentro de um microscópio? Como seria o sfumatto de Leonardo se tivesse trabalhado com o Adobe Photoshop e os seus milagrosos botõezinhos? Num mundo saturado de imagens fabricadas, onde sonho e realidade cada vez mais se cansam de ser o que são, resta-nos espaço para criar uma linguagem plástica pertinente e relevante? É a originalidade um valor? Porra, pára lá com as perguntas, ó macaco, que não me deixas estar descansado, sem fazer nada!

8 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Volto depois para comentar este post. A imagem não abriu e não quero comentar gatos por lebres!!!

(;-))

Eduardo P.L. disse...

Por que a imagem não aparece???
Ó diabos!!Como dizem vocês!

Eduardo P.L. disse...

Agora sim, abriu!
Mas como você, hoje é Domingo, e quero descanso...

jo-zéi f. disse...

O que seria?...Tudo perguntas muito pertinentes, podemos tentar adivinhar, mas nunca chegaríamos ao que iria dentro dessas cabeças. Só tentar...(?).
E já agora, não te esqueças da nossa MUMIA,
SAGRADA.

Silvares disse...

Eduardo, este texto é uma coisa um pouco estranha. Eu próprio não compreendo tudo o que lá está escrito. Por vezes acontece.

Fonseca, Não me esqueço da MUMIA, tenho é o scanner desactivado! Tive de dar umas voltas ao computador e fiquei sem o programa de acesso ao scanner e agora não encontro o disco nem consigo reinstalá-lo. Uma caca. Por isso é que tenho andado a hesitar sobre o que fazer na MUMIA, mas vou lá agora mesmo pôr um ovo.
:-)

jo-zéi f. disse...

Pois, estás mais que desculpado.

anabela disse...

Ora aqui está a questão que me tem paralisado, num mundo tão saturado de imagens haverá alguma utilidade nas artes visuais às quais quando era pequena pensei dedicar-me? Para quê criar mais imagens? E aos poucos fui parando completamente, excepto quando alguma coisa me persegue e me obseca até q a ponha no papel, o q vai sendo raro. Depois um dia vejo uma imagem q me espanta e penso q ainda vale a pena

Silvares disse...

Há aquela frase que diz: "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"... também merece reflexão, não é verdade?