quarta-feira, outubro 17, 2007

Saudade

Há ocasiões em que tudo é posto em causa. Talvez as questões se tornem mais prememntes quando as coisas correm coxas das duas pernas. Talvez seja porque o calor nunca mais desaperta e começa a parecer demasiado, tanto Verão Outono dentro. Mas o que é um facto é que a eterna crise parece cada vez mais eterna e há sinais de que vai ainda ser afiada nos tempos próximos e ameaça doer a cada nova alfinetada.
Putin foi ao Irão fazer das dele. Com palavras venenosas conseguiu baralhar ainda mais as cabeças cá deste lado e, acredito, não menos baralhadas terão ficado as dos ayatolas, do lado de lá desta coisa a que chamamos mundo. Bush já dá sinais de birra eminente e não faz a coisa por menos: vai falando de uma 3ª guerra mundial caso o Irão avance com o fabrico da terrível bomba. Ameaças.
Querem lá ver que ainda vamos assistir ao regresso de uma Guerra Fria! Para ser sincero já vou tendo saudades dela. Sim, porque de Guerra Quente já estou mais que farto. Venha de lá essa velha guerra do diz-que-faz-mas não-faz~que-o-inimigo-ainda-é-pior-que-nós. Ah, que saudade!

1 comentário:

Eduardo P.L. disse...

Silvares, muito bem colocado. Acho que com a guerra fria ambos os lados se respeitam mais. Estão muito cínicos!