segunda-feira, setembro 07, 2009

Ronald McDonald à presidência


No passado dia 22 de Agosto postei aqui uma mensagem em que colocava sérias dúvidas sobre as qualidades democráticas do processo de eleição do novo presidente afegão. Não era preciso ser bruxo para imaginar que a coisa havia de dar para o torto. A notícia de que "existiram" centenas de assembleias de voto virtuais que contabilizaram milhares de votos em Hamid Karzai, a certeza absoluta de fraudes maciças, mostram como a Democracia é muito mais do que a organização destas festas apalhaçadas que apenas são capazes de produzir caricaturas horripilantes. A Democracia não se exporta e só por milagre se impões por decreto.

Veja-se o caso de Portugal. O sistema democrático foi implantado na sequência de um golpe de estado vai para 36 anos e as instituições públicas ainda deixam muito boa gente desconfiada de que por ali se arranjam moscambilhas endiabradas e negociatas capazes de fazer corar o Diabo que as pariu. Ainda por cima temos uma tradição cultural que nos enfia na sequência civilizacional do pensamento grego, isto deveria ser o suficiente para nos permitir aceitar com pacifismo os princípios da coisa democrática. Isso é que era bom! Não, o pessoal, apesar de tudo o que atrás fica registado e mais um milhar de outras coisas que agora não me vêm à memória, não consegue fazer da Democracia mais que um sistema político, um Valor. Não dá, é pedir demasiado.

Então como podemos pretender que os afegãos, encarrapitados lá no alto da aridez montanhosa da terra deles, com outra tradição cultural, outra religião, outra forma de produzir e consumir imagens e narrativas, como poderemos imaginar sequer que a Democracia haverá de fazer ali algum sentido, por mínimo que seja?

Não dá. Não pode. Talvez sejam capazes de comer e digerir um Big Mac no McDonald's da esquina em Cabul. Talvez consigam perceber o mecanismo básico do voto. Mas não parecem estar a entender lá muito bem a ideia de um eleitor/um voto. E não me parece que estejam minimamente interessados.

7 comentários:

Eduardo P.L disse...

Também acho!

Beto Canales disse...

tbm...

DANIEL PEARL disse...

O BLOG DA DILMA PODE SE TRANSFORMAR EM UM LIVRO NA BIENAL 2009
É o único blog de Esquerda, Petista e Lulista que concorre ao melhor blog na categoria POLÍTICA no Concurso Prêmio BlogBooks da BIENAL DO LIVRO 2009. Será importantíssimo que o BLOG DA DILMA chegue em PRIMEIRO LUGAR. Chegou a hora de toda militância participar com GARRA na divulgação e na votação do Blog da Dilma. Precisamos da união de todos, não estamos querendo nenhuma promoção pessoal, ficar famosos na internet, o que queremos é solidificar a candidatura da Dilma Rousseff, que será um TERCEIRO MANDATO DO LULA. Encerramento da votação: dia 18 de setembro. Atenciosamente, Daniel Pearl e Jussara Seixas – editores do blog.
Endereços para você votar: http://dilma13.blogspot.com/
ou http://www.blogbooks.com.br/categorias/politica/

Luma disse...

Unanimidade não é democracia e o resultado desta eleição 100% dos totais é mesmo surreal!! Beijus

Silvares disse...

Eduardo, Beto, há um ditado que diz "anda meio mundo a enganar outro meio"... será?

Luma, a própria democracia, por vezes, nem parece ser ela. Parece ser outra coisa qualquer...

Ví Leardi disse...

....DILMA....?ora pois...Nã Nã Nãã Nããããã!!!!!!!

Silvares disse...

Ví, essa é uma questão que me ultrapassa. Aqui em Portugal também estamos em plena campanha eleitoral para eleger os deputados à Assembleia da República da qual irá sair o próximo governo. Nessa questão estou muito bem informado!
:-)