quinta-feira, abril 02, 2009

Encher chouriços


Quando ouço falar de cenas como essa reunião dos G-20, percebo com muito maior propriedade a velha expressão portuguesa do "encher chouriços".

Quando era miúdo vi, muitas vezes, as mulheres (não me lembro de ver homens a fazerem esse trabalho) a encherem as tripas do porco com pedaços da sua própria carne (do porco, está bom de ver). As tripas haviam sido lavadas e secas, a carnucha bem temperada, com tempo e sabedoria. Depois era só "atar e pôr ao fumeiro". Ali ficavam as chouriças (na minha terra usa-se o feminino) penduradas junto à lareira que era onde se cozinhavam a maior parte das refeições, numas panelas pretas com três pés de diferentes dimensões, apesar de haver por lá um fogão a gás, se a memória não me falha. As chouriças haveriam de secar o suficiente para depois serem comidas de mil e uma maneiras por quem as pudesse comer.

Vem isto a propósito dos reais poderes dos governantes locais perante as decisões dos mais poderosos. O que fazem Sócrates e os seus ministros quando governam aqui o nosso Portugalzinho senão encher chouriços? Enchem-nos com a carnucha do pessoal cá do sítio e põem-nos a secar, à espera das decisões dos gabirús do G-20. Depois logo se vê no que isto dá. As leis que apadrinham são tão desvairadas, tão estúpidas e canhestras que os cidadãos ficam embasbacados e sem capacidade para perceberem bem o que se está a passar naquelas cabeças ôcas. Sócrates bem se põe nos bicos dos pés mas a sua estatura como estadista não lhe permite ver além dos interesses particulares e pessoais. É pior que mau. Como 1º ministro não vale nada e, como cidadão, vale um pouco menos.

Obama, Brown, Lula, as senhoras Kirchner e Merkel, Hu Jintao, etc e tal, os tubarões mais dentuças deste mar perigoso, dão as ordens. Os resto do pessoal enche chouriços e aguarda. Alguém os haverá de comer. Aos chouriços, não aos tubarões que a esses não há dente que os morda nem consiga trincar.

11 comentários:

Beto Canales disse...

corretíssimo

Silvares disse...

Chouriçadas!
:-)

Caçador disse...

E não é que tripicaram o orçamento do FMI?! Como é que era aquela música do Zé Mário Branco?
Estão a fazer o quê, a por sal nas feridas?

Do nosso 1º nem falo que estou a fazer a digestão.

Abraço.

luisM disse...

Os tubarões também morrem pela boca. Há chouriços indigestos, cancro nas mandíbulas, engasganço crónico, asfixia sôfrega.

E também uma palmada no cachaço!
(mas esta quem é que dá?)

luisM disse...

Ó caçador, dizer mal do nosso 1º atrapalha-te a digestão? Caramba, como são as pessoas, todas diferentes... A mim acelera-me o metabolismo, até porque gesticulo enquanto solto o vernáculo. É um tanto digestivo!

expressodalinha disse...

Mesmo assim há chouriços e chouriços!

peri s.c. disse...

Maratonistas disputando para ver quem mais aparece na midia.

disse...

Caro silvares ..o brilhantismo de seus comentários e análises no noVÍTá, muito engrandecem as postagens...mas esta última é para mim especial,pois me esclarece "o foco " da tua arte como pintor.Algumas vezes estive à analisar algumas de suas imagens que na maioria das vezes trazem esta "Escuridão",que agora passo a entender melhor..e apreciar.Obrigada. ;-)
ah sim ...Santo Obama? Bom agora depois dos elogios rasgados...temos aqui um SANTO INSUPORTÁVEL....
São LULA... com muitos kilos a mais, inchou feito...choriço
Haja coração !

Dulcineia (Lília) disse...

Hoje, andei a deambular e aqui cheguei...

jamais me ocorreria a analogia do encher choriços com os G-20.
Amante de farinheiras, estive sem as comer quase um ano, porque tinha visto como se faziam, na terra da minha mãe.

E realmente, é como dizes.
Quem sabe se a alternativa não passava por grupos de consciencia colectiva fortes e intervenientes?

Mas, apesar de tudo,de saber de toda a máquina infernal que há por detrás, autónoma, continua com esperança de mudança, por muito pequena que seja, em Obama. O tempo o dirá.
sorrisos do arco-íris!
Lília

Silvares disse...

Caçador, parece que estão a querer curar o doente com um pouco mais de veneno.

LuisM, á cachaçada não vamos lá. Tem de ser mais com uma tranca.

Jorge, e ainda há... chouriços. Há com picante, com carne gorda a deitar por fora, industriais, caseiros, de sangue, de pão (?), couriços em "U", a direito, às rodelas, enfim; chouriços!

Peri, Obama é campeão, bateu todos os recordes.

Ví, obrigado pelas suas palavras. Por vezes o amor e o respeito assumem formas algo estranhas.

Lília, grato pela visita. Sem dúvida que precisamos de mais intervenção e atenção por parte dos cidadãos anónimos. Precisamos de saber o que andam a meter nos nossos chouriços!
:-)

Chapa disse...

Que se lixem as salsichas, são as leis que trazem cada vez mais colesterol.