quarta-feira, fevereiro 25, 2009

O Leitor


Hoje fui ver este filme. Kate Winslet ganhou o Oscar de melhor actriz graças ao seu desempenho n'O Leitor. Dá que pensar; O Leitor e o facto de o Oscar ter sido atribuído a Kate Winslet.

O filme é perturbante. Tem um ritmo narrativo pouco acelerado (para não dizer lento), as elipses são quase circunferências e os silêncios de algumas personagens em determinadas cenas podem deixar o espectador algo desorientado. Talvez seja mais justo dizer que podem deixar o espectador entregue a si próprio, abandonado na imensidão das suas próprias dúvidas.

O drama que se instala na sala de projecção de O Leitor, envolve toda a gente e aperta um bocadinho a garganta, puxa bastante pela lágrima, enfim, deixa um gajo sem saber muito bem se vale a pena abrir o saco lacrimal e deixar correr. Por acaso não abri o meu, mas houve muita gente que não fez questão de poupar no choro.

Quanto ao Oscar de Winslet... pronto! É bem atribuído mas poderia ter ido parar a outras mãos (estou a lembrar-me do desempenho de Meryl Streep em A Dúvida, por exemplo) e ninguém se escandalizaria. Fica a impressão de que os critérios para a atribuição do homenzinho dourado não são exclusivamente artísticos. Mas seria ingenuidade imensa pensar que assim fosse, que a Academia se regia por rigorosos critérios cinematográficos para premiar os melhores da indústria a cada ano que passa.

Resumindo, um filme a ver por quem não receia a sua própria sensibilidade. Quem tiver medo de se sentir incomodado por possuir um coração demasiado mole e desprotegido perante as grandes revelações da alma é melhor acautelar-se; pode ficar seriamente apaixonado por O Leitor.

8 comentários:

€ster disse...

Olá!!

€stou passando nos blogues amigos para convidá-los a participar da Blogagem Coletiva sobre “INCLUSÃO SOCIAL” que acontecerá no próximo dia 09/03/2009.

Ficarei muito feliz de poder contar com sua participação!
Se for participar, por gentileza, deixe um recado no blog Esterança.

Desde já, muito grata!

€ster

Eduardo P.L disse...

Melhor reserva-lo para ver na TV,e no recanto do lar!

ks disse...

Ainda falta este e o grande vencedor. Ando atrasado. Férias, que terminaram, infelizmente

Beto Canales disse...

Silvares, sou suspeito pra falar da Kate... minha musa..., mas, acredite, ainda nãi vi o filme

Caçador disse...

Na volta é de conteúdo pornográfico, a julgar pela imagem, e quando lá chegar já os homens do boné fecharam a sala e levaram as latas...

Luis Bento disse...

Entrei aqui porque li um comentário seu no Varal de Ideias com muita piada... fiquei encantado... três espaços de difícl escolha para seguir. Maior denominador comum a todos eles é o primor estético. Entre a crítica e o humor, sobra tempo para nos dar umas pinceladas sobre arte... Obviamente sigo-o !

disse...

...não receio as revelações da alma ...pelo contrário as busco...mas confesso, sou das que ficou...Apaixonada por... O Leitor!!

Alice Salles disse...

Não receio minha sensibilidade exacerbada, mas sei bem que "The Academy" nunca foi lá a melhor em critérios... Adoro a Kate Winslet, mas também acho que Meryl Streep merecia mais. Aliás, bem mais.