domingo, setembro 24, 2006

Morto-vivo


Terá alguma vez existido? Osama Bin Laden morreu? Está vivo? Qual a sua importância no tabuleiro do actual movimento terrorista internacional? Perguntas, perguntas, perguntas e as respostas não aparecem nem ninguém as conhece.

Lançadas as sementes da violência, do ódio contra os cruzados, da possibilidade da vitória parcial, da guerra terrorista global, do fanatismo imbecil e fundamentalista, Bin Laden foi passando a ser uma sombra. Até se fundir na paisagem afegã ou nalgum recanto inóspito do Paquistão. Pode até morar aqui, ao fundo da rua, vá-se lá saber!

Nos tempos que correm Bin Laden parece já não ser mais que um símbolo, um ícone de maldade e de esperança, conforme a latitude e o credo de cada um. Morto ou vivo nada muda. Bin laden alcançou o estatuto de mito. Os mitos são eternos.

A obra está feita e é de respeito. O monstro nasceu e agora tem vida própria, já não precisa que o pai o alimente. Nós que o aturemos.

1 comentário:

psulzim disse...

bin laden quero ver quem sustenta guerra com ele,100% atitude