domingo, dezembro 10, 2006

Felicidade!

Finalmente morreu o carniceiro chileno!
Se ainda houvesse dúvidas sobre a hipotética existência de um Deus criador, bonzinho e protector que anda algures sobre as nuvens a passar multas aos pecadores, o facto de um fiho-da-puta do calibre de Augusto Pinochet ter andado sobre a Terra durante 91 anos pulveriza definitivamente essa ideia taralhouca.
O Diabo foi visto amiúde a cirandar por aí, principalmente durante a Idade Média. Mais recentemente o chifrudo vai iludindo a vigilância por tomar forma humana, disfarçado mas sempre com o rabo de fora. Pinochet foi uma das peles que a Besta envergou para nos tentar envergonhar de sermos humanos. Quase que ia conseguindo, mais do que uma vez, mas, finalmente, o cão chileno patinou. Aleluia!!!
O dia de hoje deverá ser celebrado no futuro com honras especiais por termos a humanidade um pouco mais limpa.

2 comentários:

Cristina Loureiro dos Santos disse...

É verdade, a humanidade está um pouco mais limpa...

Que a terra lhe pese pelo menos uma tonelada!

Quanto à questão do Divino... ;)

Beijinhos :)

Anónimo disse...

Gostei do comentário e da comparação com o demo.
Adelson