sábado, outubro 09, 2010

Luxo e merda de cão

No dia 5 de Outubro  fui até Lisboa assistir, ao vivo e a cores, às comemorações do centenário da república. A imagem mais forte que retive não foi a dos "grandes" do regime sentadinhos nas cadeiras ouvindo-se uns aos outros discursando, nem os guardas republicanos alinhados como soldadinhos de chumbo, brinquedos de criançolas traquinas.

O que mais me chamou a atenção foram as dezenas de viaturas topo de gama que ocupavam os estacionamentos ou entupiam as ruas em redor da praça do município. Carrões pretos, grandes, impecavelmente lavados e luzídios com os chauffeurs por perto, numa manifestação de fausto que não se encaixa na realidade precária das actuais contas do estado.

Aqueles carros são  símbolos perfeitos da república portuguesa tal como ela é nos tempos que correm. Aqueles carros dão a imagem de governantes que são servidos muito mais do que servem, são os veículos que os afastam das ruas e das pessoas, transportando-os para níveis de realidade que nós, comuns cidadãos, não conseguimos compreender. Os nossos governantes não pisam o chão que pisamos e vão perdendo a noção da nossa realidade. Eles movem-se num mundo que nos é estranho, onde não há merda de cão nos passeios nem lixo espalhado ao acaso. Vivemos uma situação extrema de incomunicabilidade.

Estão convencidos de que a dignidade dos cargos que ocupam justifica aquela exibição despudorada de riqueza e poder. Estão enganados. A dignidade dos cargos que ocupam justificava outra postura e outra atitude. A sobranceria e falta de escrúpulos dos nossos governantes ainda vãodeitar tudo a perder.

Melhor seria que pisassem merda de cão no passeio e tivessem uma visão mais justa da realidade em que vivemos.

5 comentários:

Eduardo P.L disse...

A demonstração de PODER tem que ser exercida de alguma forma, e faz parte dos rituais dos governantes! Um deles, e já morreu, me disse certa vez, que o que mais o incomodava, era saber que após deixar o governo, teria que tocar numa maçaneta para abrir ou fechar uma porta!

Silvares disse...

Ora aí está uma bela imagem. Como podia esse senhor governar para os que tocavam nas maçanetas ou para os que as fabricavam?

Eduardo P.L disse...

Boa observação. Realmente sempre foi um senhor longe das realidades básicas da vida! Pelo menos da vida dos outros!

Silvares disse...

Talvez por isso mesmo o vosso Lula tenha a popularidade que tem, até perdeu uns dedos a trabalhar!

peri s.c. disse...

Silvares
Esses carros, helicopteros e aviões exclusivos são fundamentais para isolar os governantes do povo .
Nosso Lula só trabalhou com as mãos 3 anos de sua vida. Depois disso só trabalhou com um microfone . Uma contradição interessante : o lider do Partido dos Trabalhadores não trabalha, na acepção do termo, lá se vão mais de 50 anos, eh, eh.
Vive de uma pensão obtida por ter passado 30 dias preso e de um " salário" de seu partido, até assumir a presidência . Descobriu um agradável modo de ganhar a vida.
Existem alguns rumores sobre milionárias negociatas que envolvem diretamente seu filho ( e ele ? ). Seus seguidores dizem que são invenções da imprensa .