sexta-feira, fevereiro 05, 2010

Vidas


"A Vida Que Não Vivi" é um livro de contos da autoria de Beto Canales, um bloguista que podemos encontrar aqui, no Cinema e Bobagens. São dezoito histórias curtas onde se cruzam dezenas de personagens o que faz com que essas dezoito se multipliquem em centenas, milhares, milhões de outras histórias cruzadas, paralelas, oblíquas, perpendiculares entre si e em relação ao plano da imaginação do leitor.

Beto oferece-nos uma visão algo desencantada, parece-me haver sempre uma certa melancolia na forma como a acção se desenrola e se concretiza. O mundo onde aquelas vidas são vividas não é para velhos nem para meninos de colo. É para personagens que fogem sempre em frente e acabam por chegar ao seu destino demasiado depressa, ficando quase sempre suspensas na beira do abismo. O leitor ou as segura ou as deixa ir.

Talvez Beto não tenha vivido aquela(s) vida(s). Decerto não as viveu nesta dimensão da realidade. Mas ele esteve lá, daquele lado onde tudo aconteceu. Só pode ter estado!


Um pormenor numa outra história. Beto enviou-me um exemplar com dedicatória pelo correio. Tive direito a esse privilégio por ter servido de intermediário entre o escritor e o autor da imagem que faz capa do livro. Beto viu aquele trabalho num post do 100 Cabeças (aqui) e pensou que era da minha autoria. Mas não, o autor era David Castanheira, um ex-aluno meu com quem participei numa exposição em 2008. Como pus o David em contacto com o Beto tive direito a tratamento VIP e recebi "A Vida Que Não Vivi" em minha casa. Um daqueles casos em que a NET anula o espaço.

Obrigado Beto, pelo exemplar e, sobretudo, pela tua escrita.

4 comentários:

Caçador disse...

Fiquei curioso. Pelo que tenho lido lá no sítio dele, o Beto escreve muito bem. Por isso, és um sortudo.

E - se me dás licença por usar o teu espaço - Beto muitos parabéns (já que lá no seu sítio não se pode comentar).

Anónimo disse...

O título já é bem sugestivo, o que não vivi, e poderia ter vivido.
A sua apresentação do livro já vale uma visita, e como faz para comprá-lo?
madoka

Silvares disse...

Caçador, satisfaz essa curiosidade.
:-)

Madoka, conseguirá a informação que pretende clicando nos links deste post.

Palavras que falam por mim disse...

Olá, antes de mais nada, parabéns pelo blog!

E por acha-lo de muito bom gosto é que o/a convido a vir conhecer a proposta do meu Blog para você.

Aguado sua visita!

Forte abraço!

Karina