terça-feira, março 17, 2009

Cabeça de dossiê


Na imagem Josef Fritzl esconde a cara atrás de um dossiê azul durante o seu julgamento em Sankt Poelten. Estranha atitude. Mas, numa personagem como esta, capaz de encerrar a filha num buraco ao longo de décadas, praticando actos inqualificáveis, que poderíamos esperar senão uma nova bizarria?
Há pessoas exageradamente estranhas. Na verdade todos somos estranhos, havendo uma espécie de estranheza média que designamos vulgarmente por "normalidade". Mas é impossível, para cada um de nós, imaginar o que é o outro. Como será estar dentro da cabeça do outro?
Olho para a imagem e sinto-me inclinado a agradecer ao monstruoso Fritzl o facto de substituir a sua face inquietante por aquele dossiê azul. É-me absolutamente impossível imaginar como será estar dentro daquela cabeça de dossiê.

10 comentários:

Eduardo P.L disse...

Caetano Veloso disse certa vez que " de perto ninguém é normal", e como você acaba de escrever a mesma coisa, ambos estão repletos de razão. Mas há limites! Como disse! Estou de acordo. Esse passou, e muito, do tolerável.

Jo-zéi F. disse...

cabeça de...merda.

Amélia disse...

Não me quero armar em santa mas tenho visto passar cabeças que me assustam... parece uma ameaça ou um pressentimento da chegada de uma civilização sem escruplos, sem um pingo de sensibilidade...
Amélia

Amélia disse...

sem escrupulos, sory.
Amélia

Amélia disse...

Escrúpulos... falta o acento!

Amélia

Conceição Duarte disse...

Sabe, meu querido, fico apavorada com tudo isto! Moramos do lado de pessoas e nem notamos o que se passa com elas... Que pecado cometemos por não nos metermos na vida do outro, por não sabermos o que acontece ao lado de nós! Tudo muito estranho e ele, é inqualificável, se é que está palavra existe.

Por mi, deveria morrer. Não faz falta a sociedade e é tão sem vergonha que ainda cobre o rosto depois de tudo que confessou fazer.

Como fica a cabeça daqueles que ele machucou>? Quem vai cobrir a cara deles?

Um beijo, CON

disse...

Silvares..temo que seja como vc tão bem colocou... A razão está em coma profundo...e pelo que parece sem volta...! Este caso não dá nem para comentar!!!!

Silvares disse...

Eduardo, há coisas muito para lá da nossa capacidade de compreensão.

Jo-Zéi, cabeça perigosa, isso é certinho!

Amélia, não sei se será a chegada dessa civilização. Ela alguma vez foi embora? Ou esta animalidade sempre esteve (e estará) por aí?

Conceição, é isso, as vítimas já foram... qual será a solução? Ou, haverá alguma solução para este caso?

Ví, é mais do que o humanamente suportável.
:-(

jugioli disse...

Um monstro!!!! o dossiê devia ter a cor de chumbo, cinza negro profundo, não azul, uma pena!!!


@dis-cursos

Luis Bento disse...

Logo por azar o dossier era da Âmbar!!