quarta-feira, março 14, 2012

Olhos que não vêem, coração que não sente

Olhar nos olhos a pessoa que está à tua frente (na carruagem de metro, na esplanada do café, no meio da rua) pode ser algo estranhamente intimidatório.

Para ti, para a outra pessoa, pode erguer-se entre vós uma inesperada cortina que, não sendo de ferro, decerto será coisa suficiente para vos deitar os olhares ao chão.

Mesmo que, no súbito contacto com o chão, os vossos olhos não venham a partir-se, quando se levantarem de novo para a horizontal que dispara das vossas cabeças, vão evitar cruzar-se no embaraçoso contacto.

Os vossos olhares vão procurar outros poisos, saltitando, nervosos como pardalitos num dia de nuvens baixas. Nervosos e envergonhados.

Mas se, no regresso, os vossos olhares se fixarem e mantiverem firmes na contemplação do outro, um mundo inteiro poderá abrir-se.

5 comentários:

Eduardo P.L disse...

Há pessoas que não nos ENCARAM. Detesto-as.A pior forma de se tratar alguém é ignorando-o. Não olhar nos olhos é ignora-la! E o hábito dos óculos escuros é a pior forma de se proteger. Quem tem coração e alma limpa olha nos olhos.Bom tema esse de sua abordagem!

the dear Zé disse...

para o melhor e para o pior,
já aprendi a evitar olhar nos olhos de bêbados e malucos (não falo de loucos num sentido mais poético mas malucos mesmo, doidos) nunca mais te largam, nunca mais se calam...

e depois há os outros, muito piores, os belicosos "estás a olhar para onde ó caramelo?" e a coisa pode ficar bem preta, acredita...

e há, é claro as mulheres, que não se olha, contempla, e daí... bem, muita coisa pode acontecer...

banzai disse...

no nosso dia-a-dia, muitas vezes não olhamos sequer para os lados, imagine olhar pro outro. E esquecemos também que além do olhar, uma palavrinha gentil, um bom dia, enfim ´estender´ uma mão não custam absolutamente nada.
bjos
madoka

expressodalinha disse...

Olhar... essecial. É a entrada da alma. Por isso esta nossa virtualidade falha.

Silvares disse...

Amigos comentadores, pena tenho de não vos poder olhar nos olhos.