segunda-feira, setembro 20, 2010

Recuerdos


Banksy em Exit Trough The Gift Shop, o anonimato mantém-se

Um tipo muita porreiro fez-me chegar às mãos o filme de Banksy, "Exit Trough The Gift Shop". Trata-se de um objecto muuuuiiiito interessante sob diferentes aspectos. Várias coisas me impressionaram mas o que acabou por se sobrepor após a 1ª visualização (ainda não fiz a segunda) foi uma certa perspectiva sobre a forma como surge no espaço planetário um artista contemporâneo e os mecanismos de validação da sua obra.

O filme é um documento espectacular e não lhe faltam reviravoltas inesperadas, personagens carismáticas, traição, inveja e sucesso inesperado. Conta-nos a história de Thierry Guetta, ou Mister Brain Wash, uma autêntica Cinderela da street art, de quem Banksy acaba por ser, inadvertidamente, a fada madrinha, a fada boazinha, a fada capaz de transformar uma abóbora em coche de princesa com princesa lá dentro e tudo.

Mas o filme tem mais do que isso, muito mais. Quem quiser vê-lo terá de o procurar. Se for até ao Carapau Staline é bem possível que se safe graças ao tal Tipo Muita Porreiro.

4 comentários:

Eduardo P.L disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo P.L disse...

Já conheço o filme, mas vou ao CARAPAU para conhecer o TIPO PORREIRO!!!!

Beto Canales disse...

À procura!

Silvares disse...

Eduardo, já conhece... gostou?

Beto, se encontrares não hesites em ver. Vale a pena.