sábado, dezembro 05, 2009

Chicha sintética


Já tinha ouvido falar do sonho cor-de-rosa dos patrões da McDonald's: um frango sem cabeça nem patas, só chicha mais coxas e asinhas, que se pudesse aproveitar a 100% para a alimentação do pessoal. Uma monstruosidade saborosa tanto em termos culinários quanto económicos.

Olhando para as condições de vida dos porcos criados em cativeiro e de outros animais destinados às prateleiras dos supermercados já me tinha ocorrido que não são bem aquilo que se pode designar por "animais" mas sim coisas parecidas, com uma vida tão triste que até dá gosto vê-los morrer e virem parar aos nossos fornos, grelhadores e demais instrumentos de tortura para carne morta.

Mas a notícia de que daqui a cinco anos poderá estar à venda nos supermercados carne artificial (ler aqui) caíu-me em cima que nem uma bomba. Carne artificial, bifes clonados, isto sim, é coisa que nem Deus estava a imaginar quando fechou a loja ao sétimo dia!

Os amigos dos animais da PETA batem palmas à ideia. Já os tipos da Vegeterian Society levantam algumas objecções mas também não parecem torcer-lhe muito os respectivos narizes. Enfim, não se pode dizer que seja uma iniciativa com pernas para andar mas lá que tem fortes probabilidades de vir a cair-nos prato, disso não restam dúvidas.

Os promotores do projecto, o Governo holandês e uma marca de enchidos lá da terra, garantem que este produto será bom para o ambiente e irá reduzir o sofrimento animal. Imaginem o que será tirar a carne a um animal e criar o volume de carne anteriormente fornecido por um milhão de animais!!! Caramba, parece magia.

Resta saber se os porcos correrão o risco de entrar para a lista de animais em vias de extinção. É que, se não for para lhes espetar uma faca, não estou a ver muita gente a criá-los só pelos seus lindos olhos.

6 comentários:

expressodalinha disse...

Lá se vai a proposta de Sir Paul.

Eduardo P.L disse...

Ao ler o seu "saboroso" post, novidade absoluta para mim, me veio à memória dois fatos: um o livro que li há mais de vinte anos sobre os dois criadores do Mac Donald´s. Uma biografia/história fascinante, que recomendo se encontrarem.
Outra que muito se tem dito e escrito sobre a alimentação à base de pirulas sintéticas, como a comidinha dos astronautas, e não duvido que cheguemos lá, mas participo da sua dúvida quanto ao futuro dos animais que criamos para come-los. Haverá um dia que as PETAS da vida existirão para incentivar o consumo de carnes de frango, boi e porcos, sob o risco de deixarem de existir. Sem o frango, não haverá o ovo, sem o boi, o leite da vaca, sem o porco a banha do sabão!!! Muito bem lembrado!

Caçador disse...

Ai queredo...

Silvares disse...

Jorge, as vacas ficam confusas.

Eduardo, será que a culinária também corre riscos de desaparecimento? Se começamos a comer coisas sintéticas em comprimidos...

Caçador, cruzes canhoto!

Anónimo disse...

Que "meda"!

ecila disse...

Se a unica outra opcao é a extincao, temos duas questoes:
Será que é preferivel viver nas condicoes de campos de concentracao que os porcos vivem?
Os humanos chegaram ao ponto de só dar duas escolhas aos animais: ou vida miserável ou extincao?
Algo muito mau e egoista se passa nas nossas cabecas.