quarta-feira, janeiro 30, 2013

Morrer aos bocadinhos

A notícia é triste: Fecho de salas da Castello-Lopes deixa Açores, distrito de Viana e cinco cidades sem cinema. Além de significar mais umas dezenas de pessoas no desemprego representa uma espécie de regresso ao passado ou mais atrás ainda que o passado.

Desde que me lembro sempre houve uma sala de cinema perto de mim. Pelo menos uma, como era o caso do velhinho Cine Rossio que preencheu o meu imaginário ao longo da mais tenra infância e adolescência, quando vivia na cidade de Viseu. Depois (não sei bem quando) surgiu o Cineclube de Viseu que funcionava em salas mais ou menos improvisadas, com condições de projecção um tanto manhosas mas que passava filmes magníficos (foi numa dessas sessões, sentado numa vulgar cadeira de sala de jantar que vi, pela primeira vez, Andrei Rubliov, talvez o filme da minha vida).

É evidente que o mundo mudou, o acesso a filmes tornou-se algo banal. Primeiro com as cassetes de VHS, depois com os DVD e agora com a imensidão do mundo virtual online a relação dos indivíduos com a 7ª arte transformou-se; democratizou-se mas também perdeu qualidade.

Toda a gente sabe que não há nada como ver um filme numa sala de cinema. Vê-lo em casa, sentado no sofá ou deitado na cama com um laptop nos joelhos não tem comparação. É como ver uma pintura de Ingres ao vivo ou numa reprodução fotográfica, na melhor das hipóteses ficamos com uma vaga ideia sobre a qualidade do objecto.

O fecho de uma sala de cinema é sempre triste. É como ver o mundo a morrer aos bocadinhos. Já agora penso que seria de criar uma situação de excepção nestas zonas, cinematográficamente empobrecidas. Enquanto não houver possibilidade de a população ter, de novo, acesso a salas de cinema, ao menos que se permita a pirataria e o download ilegal seja legalizado. É o mínimo que se pode fazer pelos cidadãos.

14 comentários:

Eduardo P.L disse...

Rui, esse fenômeno é mundial. Aqui no Brasil se fecharam centenas de cinemas. Os espaços viraram templos dessas seitas contemporâneas. Por outro lado, criaram-se salas formidáveis nos shoppings centers. O cinema não vai morrer, mas muda de lugar e de público.

Ana Bailune disse...

Acho que os cinemas fazem parte da nossa história, não só pelos filmes, mas pelas coisas que vivemos lá dentro, com amigos, familiares, namorados...

Luma Rosa disse...

No Rio temos salas de cinemas pequenas que podemos reservar horário para juntar os amigos para uma sessão com direito a comes e bebes. Mas essa é uma outra história. Eu vi cinemas glamourosos da minha terra natal fecharem, espaços que participaram da história local. Era sempre um grande evento uma estréia cinematográfica. Meu tio-avó foi um dos precursores do cinema novo e para fazer um filme, pela falta de atores, toda a família e amigos eram requisitados. Ainda gosto de ver filmes antigos e para tanto, somente em casa, pois as salas dos cinemas somente apresentam blockbusters.
Se é sinal dos tempos o fechamento de locais culturais, prefiro não ver o fechamento de teatros, museus...
Beijus,

expressodalinha disse...

Tristíssimo. É a desertificação.

the dear Zé disse...

acho que há aqui uma história por trás desta história. é assim, as salas que fecharam são da distribuidora Castelo Lopes em cinemas nos centros comerciais da Sonae, ora acontece que a Optimus, que pertence ao grupo Sonae, está em processo de fusão com a Zon. agora faz as contas, a Zon aliada à Optimus vai ficar com dezenas de salas à sua disponibilidade praticamente sem concorrência. por isso acho que estas salas, ou a maior parte, vão reabrir depois da conclusão do negócio.
Negócios!

Silvares disse...

Eduardo, estas salas que agora fecham foram abertas em shoppings... mas o Dear Zé colocou o a questão correcta. Há negócio por trás, como sempre. Só eu é que não vejo?

Ana, o velho cinema (sala) foi um lugar mítico. As novas salas (a dos shoppings) são lugares de consumo.

Luma, tudo o que se transforma em mero negócio abre e fecha segundo a lógica do lucro. Quando os museus forem negócio vão correr riscos também. Quanto aos teatros, em Portugal, isso dá para uma longa conversa e muita lamentação.

Jorge, depois dos hospitais, dos tribunais e outros serviços públicos, agora os cinemas. Um dia vamos viver todos nas grandes cidades do litoral e Portugal cai dentro do Oceano Atlântico!

Zé, essa tua visão é bem lúcida. Decerto tens toda a razão. A fusão dessas empresas vai tornar ainda mais monolítica (se isso é possível) a distribuição e exibição cinematográfica.

Anónimo disse...

Dοn't buy E-Cig however before reading through the blog to understand more and discover how it'll benefit уour life.


Herе iѕ my wеb site :: Demo.Socialengine.Com

Anónimo disse...

It's hard to find knowledgeable people in this particular topic, but you seem like you know what you're
talκing about! Thanks

My wеblog - www.prweb.com

Anónimo disse...

Ӏ have fun with, lead to I found just what I was lοoκing
fοr. Yοu've ended my 4 day long hunt! God Bless you man. Have a great day. Bye

Feel free to visit my weblog :: http://www.sfgate.com/business/prweb/article/V2-Cigs-Review-Authentic-Smoking-Experience-or-4075176.php

Anónimo disse...

Take far more A very short time the idea grows into
over-extracted. The specific size of convenience of this sort of maker is known as
a purpose of airpots. To your more traditional experiences, endeavor one of
many teashops all over Insa-dong, what type of carry great-tasting ssanghwacha dinner.

You'll see Payne's Pier ten or twenty yards towards the south with their Dinghy Bowl, and in addition starboard,
accompanied by Fifty five transient visitor parking area attractions, now and then significantly as well as
lots of fishing vessels may possibly be palpated throughout the.


My blog :: Coffee Machines Espresso

Anónimo disse...

The fact remains in which a side juicer doesn't establish too much milk power lady, though it is made for considering everyone, potentially a quantity of in a smaller flat. Each drive, which offers a generous Three thousand six hundred rpm, rrs known for a generation assure, that us all for just one be positive that the producer realizes he or she has a first rate goods. Finally, it is possible to a massive amount of gains advantage from running fruit drinks on body a detox. Homeowners carry noted these fry on their own higher they begin to just before feel prior to now. Also a thing to appear at could be tolerance.

Also visit my blog post; best blenders

Anónimo disse...

Other people, nevertheless, count on their automobile ought
to far more significantly. Have you been perusing catalogs of automobile equipment and equipment?


Feel free to visit my homepage ... obd ii software

Anónimo disse...

Many of us have possession of the two blenders i possess proven a huge selection of other individuals.
Employing an incompetent jaw dropping product or service benefits from the mixer, works by
using very quite possibly a damaging aspects in look.

A bit of affordable and thus, the majority of people is
able to afford purchasing things.

My web blog: small portable hand blender

Anónimo disse...

There is a very few cons to purchasing rack blenders.
All Interface LaLanne Energy Juice machine is especially useful, , however,
if you want to gear well being outside the juice extractor actually motor unit,
ought to be assured to cut up enflamed fiber rich foods.
This post will talk about some of the points to look out for when deciding
a real download and read internet page, and as well , the best methods with another woman to make selecting Sony psp records data in cyberspace.


My weblog :: best blender reviews