quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Merdices!


É merecido; Portugal foi multado pela Comissão Europeia devido à forma desumana como têm sido tratadas as galinhas poedeiras nesta pátria desalmada e esquecida por Deus.

Não penses que estou a brincar contigo, amigo leitor, nunca seria capaz de fazer humor com tão grave facto. Não considero que seja motivo, sequer, de sorriso. Podes dissipar as tuas dúvidas lendo aqui a notícia publicada por um jornal sério e insuspeito (e, nota, não foi o único).

É assim que verificamos o grau de desenvolvimento de uma sociedade: pela forma como são tratadas as suas galinhas em geral e as poedeiras, em particular. Atente-se na directiva (lei europeia) 1999/74/CE a qual "exige que, a partir de 01 de janeiro de 2012, todas as galinhas poedeiras sejam mantidas em "gaiolas melhoradas", com mais espaço para fazerem ninho, esgravatarem e empoleirarem-se, ou em sistemas alternativos".

Podemos ter velhos a morrerem abandonados em apartamentos exíguos ou em casebres insalubres, podemos ter mendigos a desfazerem-se em merda pelas ruas, podemos assistir impotentes ao disparo assustador do desemprego e ao desespero dos nossos semelhantes, podemos assistir a tudo isto com o olhar cirúrgico de um elemento da malfadada troika, mas não podemos aceitar que uma pobre galinha poedeira não possa aninhar-se condignamente numa gaiola com, pelo menos, 750 cm quadrados. Isso não!


Sinceramente, meu boquiaberto leitor, sou de opinião que os responsáveis por estas leis e pela aplicação de tais multas deviam ser cozidos vivos num caldeirão de água a ferver que, com gente desta, não vale a pena desperdiçar azeite. Vai na volta lembraram-se de engalinhar com o pessoal durante um almoço de frango no churrasco, a lamberem a gordura dos dedinhos delicados, com a volúpia dos imbecis sem ocupação decente.

Assim se ocupam os euroburocratas que nos avisam diáriamente da necessidade de apertarmos o cinto porque estamos a viver acima das nossas possibilidades. Nós já estamos assim, a abusar da riqueza, mas as nossas galinhas ainda não. Coitadinhas.

5 comentários:

banzai disse...

Rui
o que vc tem contra as galinhas, especificamente as poedeiras? tadinhas, alguém tem que defendê-las, caso contrário não teremos mais ovos e vc já imaginou uma mesa sem ovos? (brincadeirinha Rui...)
bjs
madoka

Eduardo P.L disse...

Assunto muito sério! O das galinhas! Os pintos que se lixem!!!! srsrs

expressodalinha disse...

Mais vale fazer omoletas sem ovos.

Olaio disse...

O que só prova que esta Comissão Europeia é uma coisa séria de gente muito séria que só trata de assuntos sérios, evitando que gente pouco séria (nós) cometamos actos poucos sérios em assuntos de extrema seriedade!

Silvares disse...

Amigos, só tenho um comentário a fazer após a leitura dos vossos comentários: adoro galinha.