segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Dançar pela chuva

O Carnaval está aí a chegar mas a chuva teima em não cair. Sabemos como um Inverno seco pode trazer-nos um Verão terrível. E este Inverno tem sido seco como o caraças!

Quando vivemos na cidade sabe bem sair de casa pela manhã e procurar os raios de um Sol fininho e meio amaricado que nos recarregue um pouco as baterias e nos faça esquecer as notícias da noite anterior. Ele é a Grécia, ele é a dívida, ele é o raio que nos parta! Haverá alguma coisa que não corra mal?

Este solzito sempre nos vai alegrando a moleirinha. A Grécia pode estar a derreter-se no calor de incêndios furiosos e na gula dos mercados de capitais, os ordenados podem estar a diminuir e o desemprego a ganhar contornos de bicho-mais-que-papão. Mas, ao menos, sempre temos este solzinho que nos aconchega a roupa ao pêlo.

A nossa ministra da agricultura (e de mais umas quantas coisas) tem esperança que chova em breve. tem ela, tenho eu e mais uns quantos milhares de pessoas. Que chova, por Deus, onde estás Tu quando precisamos dos Teus préstimos? Manda lá o São Pedro despejar a bexiga em cima da gente antes que seja tarde!

O São Pedro que mije, nem que seja em cima dos corsos carnavalescos. Vá lá, que o samba invernoso seja uma dança da chuva. Que os festejos de Carnaval tragam consigo o Dilúvio. Que chova, muito e depressa, porra! Que Deus é este que se distrai quando devia estar a zelar pelos nossos interesses? Que Deus é este que goza de tolerância de ponto? Um Deus assim só pode mesmo ser português.

6 comentários:

banzai disse...

hahahaha...também não sei que Deus é este!!! é como vc diz, o solzito que cá temos é de um deslumbre que eu nunca vi igual, é lindo demais. Acho que pra compensar o frio, a ventania, os tufões, as tremedeiras, os maremotos, enfim...que deus nos abençoe
bjs
madoka

luísM disse...

Esperem lá um bocadito.
Reflitamos.

Se o governo quer privatizar as "Águas de Portugal" (bonito nome, mavioso, ritmado com melodia de fanfarra), porque o FMI exige, será que também está tratando de privatizar as nuvens para se assumir definitivamente como uma pasta informe e obediente?

Por outro lado, as nuvens estão abaixo dos satélites militares, deixaram de ser parte do cosmos dos antigos, para se tornarem numa zona livre para especulação financeira.

Acho que nem Deus se mete nesses negócios, saía de lá confuso, depenado e provavelmente no desemprego, a não ser, claro, que preenchesse a ficha do partido.

expressodalinha disse...

E pior do que isso, há três dias que só se fala do Sporting!

jugioli disse...

o tempo descontrolado em todo o mundo.

Silvares disse...

Madoka, amen!

Luís, cá pra mim Deus ainda agora começou a meter o nariz onde, pensávamos nós, não é chamado!

Jorge, não me recordes isso. Já quase me tinha esquecido de tamanha desgraça!

Ju, todo o mundo descontrolado e com falta de tempo.

Regis disse...

Cuidado com as privatizações. Principalmente aquelas impostas pelo FMI. Aqui no Brasil bem sabemos aonde isso vai dar (aumento nas tarifas, péssima prestação de serviços, descaso com o consumidor).
Espero que a chuva caia para vocês e para nós, no sul do Brasil, também.
Estamos precisando.