quarta-feira, dezembro 22, 2010

Plásticos

Os homens dos anúncios publicitários não têm pêlos. Não têm pêlos no peito, nem na cara, nem nas pernas, são pelados. Mais barbeados que o rabinho de um bébé, tão lisos e limpos como o chão de um corredor de hospital futurista. São avatares do homem que aí vem, o homem que já quase existe e não tarda em chegar. Representam a imagem do homem desejado pela sociedade de consumo pós-industrial.

Seja por obra e graça do Photoshop ou da depilação a laser, são homens-bonecos, próximos da coisa de plástico, como se fossem todos clones do namorado da Barbie, reproduções baratas de estátuas gregas para vender a pataco. A invenção desta new thing parece dizer-nos ao ouvido: vê lá se te aperaltas e te deixas de merdas pois isso é que é importante e faz a felicidade brilhar. Revoluções? Isso é coisa de tipos feios e barbudos, cheios de pêlos, como os macacos.

Como será o Pai Natal, sem barba nem barriga de cerveja, representante de uma masculinidade lisa como um saco de plástico?

10 comentários:

Eduardo P.L disse...

Silvares,

não acredito que seja o homem do futuro, desejado por esta sociedade! É sim, o produto, e não passa disso, criado pelos formadores de opinião ( visual ) que na sua maioria são homosexuais assumidos!
Os homens continuarão a ter pelos, cada dia menos, é verdade, mas esses sinais os diferenciam das mulheres. A referência da beleza masculina esta a cada dia mais afeminada, por conta de seus produtores, não do por gosto e vontade feminina!
Pelo menos essa é minha esperança!

Beto Canales disse...

Eu prezo minha barriguinha. Conquistada com anos e anos de devoção a beira de uma mesa, testemunha de centenas de conversas e discursos...

Anónimo disse...

silvares,
nãos seja tão radical, um colírio para os olhos é fundamental, rs. Vou além, a beleza em todos os sentidos da nossa vida é necessidade, não é luxo! Assim como na arte, não é econômica, ela é generosa, ou deveria ser.
beijinhos
madoka

Eduardo P.L disse...

Madoka,

não contrarie minha tese....

a vida é larga disse...

plástico, ôco, sim !
e também acho que se esticará no futuro...
felizmente outras realidades continuarão ...
abraço

Anónimo disse...

Eduardo,
o Nelson R. já nos ensinou sobre unanimidade...
bjs
madoka

expressodalinha disse...

Ainda há Pai Natal?!

ovelha.negra disse...

'LIKE'! Ao teu post, não aos homens sem pêlos.

Silvares disse...

Eduardo, qyer dizer que os homossexuais gostam de homens de plástico?
:-)

Madoka, seja, viva o colírio! (e não contrarie o Eduardo, por favor)
:-D

Beto, as coisas boas da vida também são escolhidas.

Jorge (Espinho), brindemos às outras realidades. Que sejam como sonhos.

Jorge, claro que há Pai Natal!

Ovelha Negra, "like" também para ti.
:-}

Eduardo P.L disse...

Taí uma boa pergunta! Não sei dizer, mas que esses homens de plástico não podem agradar as mulheres, é certo!!!! srsr
E fez bem em dizer para a Madoka não me contrariar!!!! srsr
Forte abraço