quinta-feira, junho 28, 2012

Sonhos aos pontapés

Aqui há dias, andava eu a sonhar acordado, tive a visão clara e límpida de uma final do campeonato da Europa entre Portugal e a Itália.

Nestas coisas do futebol torço sempre pelo teoricamente mais fraco. Espanha-Portugal? Ganha Portugal! Alemanha-Itália? Ganha a Itália! Pois. A minha visão cumpriu-se apenas em parte, já que Portugal acabou por cair de pé, como se diz em "futebolês", após um jogo chato e interminável contra os nossos vizinhos.

Portugal não foi mais fraco mas perdeu nos penaltis. Já a Itália mandou os alemães para casa com o rabinho entre as pernas, após um jogo em que poderia ter humilhado os "senhores da Europa" mas, à boa maneira latina, andou para ali aos saltos e a correr e não encontrou maneira de dar cabo dos alemães. A Itália foi mais forte que os mais fortes. Gosto disso.

Vencedores antecipados incham como sapos fumadores e esquecem-se que é preciso vencer dentro do campo. Aconteceu aos alemães. Não aconteceu aos espanhóis porque, ainda assim, fartaram-se de lutar de igual para igual com os nossos "muchachos", acabando por ser felizes nos pontapés na sorte.

Enfim, entre mundiais e europeus, seis meias-finais já foram jogadas pela nossa equipa nacional e apenas uma vez chegámos à final, foi em Lisboa, e perdemos.

Continuamos sem saber a que sabe uma vitória numa competição internacional de jogadores séniores (nos juniores já ganhámos dois mundiais, que me lembre... europeus não sei).

O sonho acordado acabou mas, espero, uma noite destas ainda vou sonhar com uma vitória extraordinária mas, agora, vou precisar de estar a dormir.

3 comentários:

Eduardo P.L disse...

Esta vitória da Itália sobre os Alemães é sobretudo emblemática!Claro que torci para a Itália. E que bom que a final será contra a Espanha. Contra Portugal não torceria com o mesmo fervor! E afinal, futebol não é o fim do mundo, e é só um esporte de paixões! Os alemães mesmo tendo perdido o jogo, continuam sendo muito fortes e temidos! E continuam sendo odiados pelo mundo a fora!

Li Ferreira Nhan disse...

Edu disse bem; " futebol não é o fim do mundo, e é só um esporte de paixões!"
Por aqui sabemos bem as vitórias em mundiais. E as derrotas idem. Acho até que elas nos são muito piores.
Hoje assisti com satisfação a Alemanha voltar pra casa. Devia ter apostado; até agora não errei meus palpites.
Domingo "la furia roja" terá que melhorar muito o que vem mostrado se quiser ganhar o título.

Não torço para nenhum time aqui no Brasil.
Para a seleção brasileira o campeonato de 1998 colocou uma pá de cal em cima de qualquer tipo de paixão que ainda me restava.
Gosto mesmo é de assistir a bons jogos.
Assistir os velhos e conhecer os novos talentos; hoje, mais uma vez Balotelli deu um show!

Silvares disse...

Eduardo, é, concordo a 100%. Só queria saber se a vitória num Europeu ou num Mundial tem um sabor semelhante a outras vitórias, menos significativas.

Li, quem gosta de futebol gosta de ver bons jogos, como o de ontem entre a Itália e a Alemanha, com as suas personagens carismáticas como aquele louco Balotelli Mas sem os "nossos" a coisa perde em emoção.