quinta-feira, janeiro 20, 2011

Tunísia


Imolem-se, berrem, barafustem e mandem o ditador às urtigas mas, por favor, façam a vossa revolução durante a época baixa. Obrigado.

8 comentários:

expressodalinha disse...

Uma revolução faz sempre falta.

Silvares disse...

Sim. Devíamos experimentar outra.

Beto Canales disse...

Sem nunca confundir revoluções com golpes...

Beto Canales disse...

Sem nunca confundir revoluções com golpes...

Anónimo disse...

hoje estava lendo vários blogs falando da revolução popular na Tunísia. Caramba, não sabia que um tal de Ben estava há mais de 20 anos no poder? E os tunisianos, o que pensam, como vivem, o que comem? como são as escolas? Espero que a tunísia não seja mais a mesma depois de tomarem as ruas. Vou ler mais, quero saber dos tunisianos e não esquecer.
bjos
madoka

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

Olá Colega Rui :-)! Pela simpatia demonstrada e prontidão na colocação do 5ºBest no "Já", convido-te a espreitares "o meu cantinho secreto" (shiuuuuuu :-)) que é bem mais "lamechas" que o teu sério e informativo espaço :-). Ainda assim, espero que gostes! Bom Domingo! http://xm-girafadepatins.blogspot.com/

Silvares disse...

Madoka, as revoluções populares são a coisa mais comovente que conheço. Desfazem-me o coração.

Nenúfar, não tens nada que agradecer, faço aquilo que tenho de fazer.
:-)
Quanto a lamechice... bom, aqui o 100 Cabeças tem para dar e vender.
:-)

Silvares disse...

Beto, golpe é coisa de navalha...