segunda-feira, dezembro 31, 2012

Bom Ano de 2013

Estava para aqui a ponderar a possibilidade de desejar um bom Ano de 2013 a quem ler estas linhas. Em Portugal o sentimento geral é de grande apreensão sobre o que o Novo Ano nos poderá trazer. Há razões fundamentadas que sustentam todos os nossos receios mas, como diz o povo, a esperança é a última coisa a morrer e, enquanto tiver um soprozinho de vida, devemos acarinhá-la.

Assim sendo, desejo a todos que não desliguem a máquina que vai evitando a morte cerebral da esperança. Enquanto ela não bater completamente a bota teremos ainda uma hipótese de ver 2013 trazer-nos algo que não apenas desespero e desconfiança.

Corações ao alto, hoje (pelo menos hoje) é dia de festa!

7 comentários:

O faroleiro disse...

Um ano de 2013 feliz e cheio de santidade é o que lhe desejo.

Eduardo P.L disse...

Vai dar tudo certo. Sempre, no fim, da!!!!

Li Ferreira Nhan disse...

"Corações ao alto", pés no chão e que não se percam as cabeças.
Mesmo quando se há 100!
;)
Boa sorte!

Anónimo disse...

hahaha, que ótimo seus amigos!
Que 2013 seja de mais afeto, mais alegria e mais esperanças (renovadas)...
avante!! que tudo dê certo pra todos nós.
bjs
madoka

Silvares disse...

Faroleiro, o teu voto comove-me mas temo que seja difícil de cumprir.

Eduardo, a tua confiança é inspiradora!
:-)

Li, grato pelo desejo de boa sorte. Que recebas também essa benção da Fortuna.

Madoka, a renovação da esperança é como uma espécie de crédito que renegociamos com o banco. Espero conseguir alargar o prazo...

Bom Ano a todos!

Chapa disse...

Se a esperança é a última a morrer, significa que o gaspar vai morrer primeiro o que já é um motivo de alegria. Bom e feliz ano cheio de grandes bonecos.

Silvares disse...

Grande Chapa, com essa observação fizeste-me olhar para 2013 com outros olhos...