quinta-feira, dezembro 27, 2012

Um desejo

O Natal passou, vem aí o último dia deste ano. 2012 sempre vai acabar com o mundo, aparentemente, intacto ou, pelo menos, apenas um pouco menos saudável. Nada de muito preocupante.

Desejar um Novo Ano feliz soa a conversa mole, conversa de circunstância. O melhor é não o fazer. Fico-me por um desejo mais sincero, caro leitor, quanto ao Novo Ano, desejo, apenas, que lhe sobrevivas. Dê lá por onde der.


5 comentários:

Ana Bailune disse...

Eu desejo que você realize um sonho, qualquer um!

Silvares disse...

Grato pelo seu desejo retribuo sinceramente.
:-)

the dear Zé disse...

um ano inteiro por estrear e eu sem roupa nova... enfim, para este ano, só queria mesmo que nenhum vaticínio se concretizasse que a gente está tão farta disto...

abraço, boas fadas que te fadem

Silvares disse...

Zé, isso da roupa é o menos. Voto na cena das fadas.

expressodalinha disse...

Anda tudo a desejar um bom 2014. Acho mal. 2013 vai ser um grande ano. Cada vez temos menos à nossa frente. Temos de desejar o melhor.