sábado, abril 14, 2012

Uma coisa (potencialmente) confusa

Recordo-me do tempo em que o futuro me parecia ir ser, o mais tardar, amanhã.

Também me recordo quando me começou a parecer ter sido já ontem.

Foi quando percebi que o presente raramente nos devolve aquilo que o futuro prometera na sua condição de passado.

5 comentários:

Eduardo P.L disse...

O futuro é assim : zuumm! Já foi!

expressodalinha disse...

Muito bom o texto. Curto e profundo. O futuro chateia por ser imprevísivel. O passado, porque tendemos a recordar as coisas menos boas. Enfim, o presente já passou.

Li Ferreira Nhan disse...

Pensei em algo pra escrever agora mas já ficou no passado.

Beto Canales disse...

Muito bom... estava com saudades...
abraço

Silvares disse...

Caríssimos: grato pelos comentários e (ainda mais grato) pelas visitas a este Blogue, que muito me honram.