sábado, setembro 21, 2013

Lavagem

Ontem postei aqui um desabafo com laivos de lamechice. Sentia-me cansado de trabalhos que me parecem descabidos, sentia-me tristonga, precisava de choramingar a ver se a coisa aliviava. Mas não aliviou. Sentia-me, sobretudo, vazio.

Sentado em frente ao computador precisava de executar certas tarefas que exigem de mim alguma criatividade e não saía (não saiu) nada. Quando isso acontece fico um pouco aterrorizado. Insisti, insisti e nem porcaria fui capaz de criar.

À noite fui ao cinema. Fui ver o mais recente filme de Woody Allen, Blue Jasmine. Quando saí da sala estava regenerado (Cate Blanchet é uma actriz estratosférica!). O filme até que é bastante deprimente. Muito deprimente, mesmo. Mas hoje sinto-me muito melhor, lavado por dentro. Talvez seja capaz de criar algo satisfatório.


4 comentários:

João Menéres disse...

Coincidências ?
O Jorge também foi ver...
E eu vouna próxima semana.

Um abraço, caro Rui.

Eduardo P.L. disse...

João era isso que ia comentar com o Rui. A primeira menção ao filme li no Jorge Pinheiro. Ele fala mais da sessão do que do filme propriamente. Quero ver.

Silvares disse...

João, um filme interessante (no mínimo).

Eduardo, pois, também comentei no Expresso. Fomos no mesmo dia mas, pelo que o Jorge diz, tenho a certeza que estivemos em salas diferentes. Não ouvi ninguém a falar durante o filme...
:-)

Jorge Pinheiro disse...

Valáque!